O rubi é a variedade vermelha do coríndon. O nome do rubi vem do latim rubeus, deve seu nome à sua cor vermelha. Quando bruto, é opaco e sem brilho, mas quando lapidado, vira uma gema muito brilhante. As inclusões nos rubis são provas de legetimidade dos mesmos, já que as gemas sintéticas não as tem.

O rubi está entre as gemas mais caras, e dentre os mais famosos estão o rubi Edward, o rubi Estrela de Reeves, o rubi Long Star e o rubi da Paz.

Sua principal rocha matriz é o mármore dolomítico. A extração é feita, majoritariamente em depósitos eluviais, por meio de lavagem do cascalho e areia de rios, usando metais pesados. Existe muita variação entre as técnicas usadas pelo mundo, desde técnicas tão primitivas quanto eram a centenas de anos a minas onde é utilizada alta tecnologia e maquinário de ponta.

Os produtores de rubi mais importantes do mundo são: Birmânia, Tailândia, Sri Lanka, Tanzânia, Afeganistão, Camboja, Quênia, República de Malgaxe e Vietnã.


Legenda:
1. Rubi - Sabinólis, Minas Gerais, Brasil - Museu de Minas e Metal MMGerdau
2. Rubi Lapidado - Coleção Pessoal de Hector F. Króes
3. Rubi - Coleção Pessoal de Hector F. Króes
Características
Fórmula Química Al2O3
Cores Vermelho
Dureza (Mohs) 9
Transparência Transparente, Translúcido, Opaco
Fratura Irregular, Concoidal
Sistema Cristalino Hexagonal
Clivagem Não Observada

Escreva um comentário

Nota: O HTML não é traduzido!
    Ruim           Bom

Rubi

  • Modelo: Coríndon

  • Visite nosso Facebook  Visite nosso Pinterest

Pedras.Eco.Br © 2017